.posts recentes

. O “GLORIOSO” CENTENO

. A MÃO DE DEUS

. A “EPITETIZAÇÃO” DA COISA

. “O CANHÃO DE S.BENTO”

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

.arquivos

. Janeiro 2018

. Junho 2017

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010
TRATADOS, CIMEIRAS... E CIRCO

Depois do estardalhaço espampanante que rodeou "O Tratado de Lisboa" e que se saldou num mar de trivialidades, inconsequências e megalómanas despesas (hoje mais evidentes que nunca), foi o País novamente brindado com outro mega espectáculo, denominado "Cimeira de Lisboa", ainda mais recheado de ultrajantes ostentações, indescritíveis banalidades e muitas mais incoerências! Mas pronto: também isto deve ter sido muito porreiro, pá, uma vez que fez transbordar o ego dos políticos "tuga" pela vertente da sua tão querida subserviência bajulatória por uns e por outros (nem que para isso tenham vendido os dedos, os anéis... o pai e a mãe)! Não fosse o desejo cego de Barack Obama em beijar uma tal Carolina Amado (e se calhar nem viria a Portugal) (sic), o encerramento da "segunda-circular" para a "besta" brilhar em todo o seu esplendor, as curiosidades (?) estafadas sobre o "air-force-one", a tolerância de ponto concedida na capital e o atraso nas encomendas do material bélico destinado a controlar as tão desejadas manifestações de desagrado esperadas pelo "nosso" prevenido (des)Governo e tudo passaria praticamente à margem do comum dos mortais... preocupado que este está com a sua indecisão sobre as "polegadas" do novo "LED" a adquirir e com a opinião do especializado Mark Levinson sobre as características do imprescindível "home cinema" a acoplar à "coisa" (sic)! Enfim: está-nos no sangue a "maluqueira" pela organização deste tipo de "circo", "injectada", quiçá, pelas saudosas reuniões da "Tupperware"!

publicado por A. Carvalho às 21:49
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010
TOXIDADES

Um dos candidatos à Presidência da República, resolveu (e muito bem) não encharcar o País com mais "detritos tóxicos" (leia-se "outdoors")! Pena é que tal atitude não tivesse sido tomada em virtude da tão apregoada questão económica e financeira, como tenta fazer crer... mas sim pela conclusão a que terá chegado de que por cada visualização da sua imagem nos jardins e nas rotundas dos múltiplos "quintais" do "condomínio", corresponderia um voto a menos no apuramento final da sua quase certa reeleição! E tudo porque, perante a exacerbada falta de paciência do "zé-pagante" para com a generalidade dos políticos, manda o bom senso que o recato de tais almas comece a fazer regra face aos tão conturbados e difíceis tempos que se vivem (e vão viver) até ao dissipar do nevoeiro que há muito tombou sobre os arrabaldes de Alcácer Quibir (sic)! De uma forma ou de outra, foi a figura em causa (com tal gesto) buscar simpatias àqueles "simplórios" que ainda se vão enganando com papas e bolos (que ficaram convencidos que a vida também custa aos "grandes"... porque o senhor professor, coitado, também entrou em nítida contenção de custos) e um renovado sentimento de atracção, face à perfeita representação de tamanho acto de altruísmo (ou de ilusionismo?), a muitos outros que gostando de se associar à "coisa", vão perdendo justificações para defender o que se vai tornando indefensável. Ironias à parte (ou talvez não), à que torcer para que o "Zé-Povinho" seja, na hora de "botar" o seu papelinho na urna, o Mercúrio capaz de transmitir a este e a todos os outros titubeantes Janus, vontades sensatas e responsáveis... como diria um destacado estratega militar de referência, conhecido, também, pela sua especializada técnica em "malhar" (sic)!

publicado por A. Carvalho às 23:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010
(A)NORMALIDADES

No meio de tanto descomedimento...

não tardará que os “anormais” se transformem em exemplos...

 

...face a tantos exemplos que já se transformaram em "anormais"!

publicado por A. Carvalho às 19:42
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Novembro de 2010
COMPLEXO DE NEGAÇÃO

Com o dia de hoje pior que o de ontem e com o dia de amanhã pior que o de hoje, é impossível que o cidadão José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa ainda acredite nas palavras do primeiro-ministro de Portugal! E é no meio do constante complexo de negação do Ministro Sócrates sobre tudo o resto que é por demais evidente aos olhos de quase todos, que surge a admiração por haver ainda alguns, poucos, felizmente, que ousam defender em plena praça pública tão acentuado desvio em relação ao que é considerado normal e que constitui, inevitavelmente, sintomatologia de grave e preocupante maleita. E porque de uma "doença" se trata, não é com "ataques" do tipo "o senhor primeiro-ministro vai ter que passar pela vergonha de ser demitido, porque os portugueses e o país o vão considerar culpado" que o "doente" dará mostras de recuperação! A figura em causa, pela sua megalómana falta de credibilidade quer interna quer externa, deveria ser aconselhado a apresentar a sua demissão após exigir ao seu Partido (Socialista) que indicasse um nome crível para tentar levar a melhor porto, no tempo que resta à irmandade, tão maltratada e destroçada "nau". Isto sim seria defender Portugal e os portugueses, ao contrário de se defenderem as cores políticas e os seus mais directos partidários. Mas se a alguns se releva, a contra-gosto, tamanha cegueira, ao Presidente da República (enquanto garante superior de toda a seriedade da "coisa") NÃO! Para infelicidade do País também dali nunca surgiu grande "arrepio", seja porque o "muito pensar paralisa", seja porque a falta de inércia castra, também ele, a ver pelo discurso de recandidatura, parece querer negar a todo o custo as culpas que teve num "cartório" passado e as que tem num outro por demasiado presente. Certo é que perante toda esta realidade parece não haver complexo de negação que impeça a vinda do FMI... a não ser que todos enveredem, quanto antes, pelo tão necessário complexo da evidência!

publicado por A. Carvalho às 18:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Novembro de 2010
UM DIA DE DOMINGO

Para todos aqueles que contestaram a abertura ininterrupta das grandes superfícies ao domingo, bastou-lhes olhar para o volume de negócios realizado no primeiro dia para se renderam às evidências! Se foi para aproveitar os 10% de desconto que algumas "marcas" ofereceram aos seus clientes como forma de celebrar o novo horário ou tão só para mitigaram o seu crónico hábito consumista, o certo é que o "zé-povinho" aderiu em força à iniciativa. E não foi só a "ralé" a fazer o gostinho ao "gasto"! Parece que também o Presidente Venezuelano (Hugo Chavez) adiou de sábado para domingo a sua visita ao amigo José (um bom homem, frisou) para assim aproveitar os preços de ocasião por aqui praticados. Preços esses tão bons que de uma "penada" assinou um acordo para a aquisição de dois navios de transporte de asfalto, outro que prevê a construção de 12.512 habitações sociais, outro ainda de um memorando de entendimento para o fornecimento à Venezuela de mais 1,5 milhões de computadores Magalhães e mais outro para a cooperação energética entre os dois países! Enfim: despojando-nos da tão apetecível ironia e caindo na frieza da real, não é normal que "negócios" desta envergadura, que deveriam ser tratados ao mais alto nível e envoltos numa certa discrição, fossem transformados em mega produções para plateia ver... a não ser que sejam mesmo "comédias" de "charlatães" de ocasião onde com a maior naturalidade do mundo um promete comprar a "Torre de Belém" se o outro lhe ficar com a "Virgem de la Paz" (sic)! Certo, certo, é que com toda esta desenfreada loucura consumista é quase impossível não haver crescimento (?) no próximo ano, conforme convictamente afirma o amigo José (um bom homem)! Vai haver crescimento, sim senhor... e muito: crescimento de impostos, de desemprego, crescimento da pobreza, da evasão fiscal, da violência, entre muitas outras "medranças" negativas! Mas pronto: foi, para todos, mais um dia de Domingo… porreiro mesmo, pá!

publicado por A. Carvalho às 15:06
link do post | comentar | favorito
.as minhas fotos