.posts recentes

. O “GLORIOSO” CENTENO

. A MÃO DE DEUS

. A “EPITETIZAÇÃO” DA COISA

. “O CANHÃO DE S.BENTO”

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

.arquivos

. Janeiro 2018

. Junho 2017

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008
O PERFUME

Será que a entrevista que o Primeiro-Ministro concedeu recentemente a um canal televisivo não deveria encher de orgulho toda uma Nação de afortunados cidadãos?

Irradiando narcisismo q.b., Sócrates quase que afirmou que foi com ele que os Portugueses conceberam os primeiros instrumentos de pedra, que aprenderam acender uma pira, a construir lareiras, a cozer alimentos e a confeccionar roupas de pele costuradas com agulhas de osso polido (sic)!

Apesar da realidade nua e crua dos desconcertantes indicadores económicos, o País, como que anestesiado, parece esperar que o Senhor Engenheiro venha ainda a anunciar a descoberta do caminho marítimo para a Índia e o consequente fim do deficit graças ao multimilionário e megalómano negócio da canela, do gengibre e da pimenta (sic)!

Os “velhos do Restelo” bem clamam que para além do escorbuto já corroer metade e outro tanto da população, nem daqui a mil luas de andadura se atingirá o Reino de Ogandé… mas ele nega e sonha fervorosamente chegar à fala com o distinto Samutiri Rajá, soberano de Calecute (sic)!

Enfim… só uma patologia do foro psiquiátrico ou neurológico poderá explicar a passividade com que os Portugueses aceitam de bom grado as promessas arrastadas de um exacerbado “visionário” que no concreto se resumem a um presente cheio de nada e a um futuro de coisa nenhuma.

Ou então, Sua Excelência, a exemplo de Grenouille (o artesão perfumista de Patrick Suskind), está na posse da verdadeira e absoluta fragrância que a todos fascina e conquista:

- “O Perfume”!

publicado por A. Carvalho às 07:23
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008
FIGURA DE RETÓRICA

A manifestação contra a política educativa, da qual o Secretário-Geral do Partido Socialista foi vítima quando se preparava para uma reunião com 130 respeitados professores oriundos de todos os pontos do País, só pode ter vindo de uma facção de “docentes”, desordeiros e quiçá alcoolizados, que tentaram assim transmitir ao comum cidadão uma imagem distorcida do ensino numa Nação que dá “cartas” (e computadores) no que concerne ao progresso e desenvolvimento educacional! 

Não é com acções deste calibre, combinadas com a ligeireza de um “e-mail” ou “SMS” que se deita por terra o árduo trabalho do Senhor Engenheiro Primeiro-Ministro e de todo o seu “staff” de homens e mulheres de reconhecidos e incontestáveis méritos e que, ao invés de terem de passar por estas e por outras "didactologias" de somenos importância poderiam muito bem já estar refastelados na privacidade dourada de um qualquer gabinete de uma empresa pública.

Infelizmente,   para os arruaceiros, “o tiro saiu-lhes pela culatra”: o espírito dos portugueses continua imbuído de uma satisfação rara pela forma como o seu prestigiado “timoneiro” orienta a portentosa nau da educação nacional (e não só).

"Nunca tinha visto isto em tantos anos de democracia…eu sei bem do que estou a falar", desabafava Sócrates sobre a iniciativa arruaceira.

Sabe o "factotum" Engenheiro... e sabem cada vez mais Portugueses (sic)!

publicado por A. Carvalho às 07:21
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008
FIGURÕES

Quer se queira quer não o facto de ser figura pública justifica por si só os mais variados trabalhos jornalísticos que sejam dados à estampa: tenham eles uma ponta de verdade e pouco interessa que na sua génese esteja a provocação ou outra qualquer segunda intenção.

O Primeiro-Ministro diz-se insultado e perseguido! O certo é que todos os “dardos” jornalísticos que lhe têm sido arremessados vão impregnados com uma ponta dessa tão fundamental e credível verdade!     

Um jornal diário, ao questionar a Licenciatura da dita figura, fez o que lhe competia: deu a conhecer ao País uma história que ainda hoje está mal esclarecida, quer pelo visado quer por todos os outros "figurões" que directa ou indirectamente nela se viram envolvidos.

Surgiram agora os Projectos Técnicos do Senhor Engenheiro!

Se este foi mais um exercício de ataque político e pessoal, como Sócrates tentou novamente fazer crer, o facto é que foi o próprio a reforçar nas aparentes justificações de defesa a tão necessária verdade que credibilizou ainda mais a notícia junto da opinião pública.

Estas peças, do mais puro jornalismo de investigação, vão compondo (associadas a outras que ainda hão-de surgir) o puzzle de carácter do indivíduo que governa uma nação.

Quem não quer ser político (logo figura pública) não lhe veste a pele: dedica-se, por exemplo, à construção civil ou á simples assinatura de projectos... partindo do princípio que está habilitado para tal (sic)!

publicado por A. Carvalho às 07:22
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008
DESENRASCOU-SE!

Na recente remodelação governamental o Primeiro-Ministro podia e devia ter ido mais longe para não deixar no País, novamente, aquela imagem do “desenrasca” tão bem retratada nos horrorosos projectos por si (?) elaborados em tempos nas longínquas terras de Egitânea!

Ninguém é assim tão virginal e inocente para acreditar que a política vai mudar de rumo tão só porque mudou de cara. Que vão ser reabertos os Serviços de Saúde do “nosso” descontentamento e que a Cultura vai passar a dispor de muitos milhões para “fitas”… na melhor das hipóteses cinematográficas.

Com as sondagens a pressionarem negativamente toda a escaldante acção Governamental, esta inopinada decisão de tão determinada figura mais não é que um adicionar de água fria para serenar os ânimos de uma equipa desnorteada, que se limita tão só a aguardar que um qualquer milagre económico mundial venha, por arrastamento, a pairar por sobre o toro escanzelado da tão velha e maltratada azinheira nacional.

Apetece dizer que em vez do tal projecto do “desenrasca” o Primeiro-Ministro deveria ter um projecto de solução, que passaria, no caso concreto, pela remodelação do Engenheiro José Sócrates e de toda a sua já provada ineficaz linha política (sic)!

publicado por A. Carvalho às 07:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
.as minhas fotos