.posts recentes

. O “GLORIOSO” CENTENO

. A MÃO DE DEUS

. A “EPITETIZAÇÃO” DA COISA

. “O CANHÃO DE S.BENTO”

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

.arquivos

. Janeiro 2018

. Junho 2017

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007
REFORMAR

O Estudo sobre a Reforma do Serviço Nacional de Saúde deveria ser amplamente publicitado, devidamente explicado e caso subsistissem dúvidas deveriam as mesmas ser escalpelizadas até ao pormenor.

Porquê? Porque o País e os Portugueses ficariam a ganhar!

Então, o que é que está errado em tudo isto? Como estamos a falar de saúde, o exemplo será elucidativo:

O Senhor Ministro da Saúde optou por fazer funerais, por enquanto sem cadáveres, a maternidades, centros de saúde e tudo o mais que gaste meia dúzia de frascos de “Betadine” e “pensos rápidos” por ano!

-Então e os defuntos, Senhor-Ministro?

-Bem, os defuntos aparecem depois porque as tais alternativas que o Estudo prevê são demasiado dispendiosas para a contenção económica a que o País se obriga!!!

Recentemente, e como os tais funerais estavam a dar muito “choro”, o Senhor José Sócrates mandou às “urtigas” os encerramentos face ao acordo celebrado com várias “mercearias locais” que se comprometeram a fornecer os pensos rápidos.

Deve ser por estas e por outras que o Primeiro-Ministro se mantém à frente das sondagens: determinação, seriedade e um rumo para o País (sic)!!!

publicado por A. Carvalho às 07:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2007
A CARTA

Caro Oliveira Salazar:

Onde quer que estejas, apesar do ar sisudo e pesado que sempre demonstraste, deves rir desalmadamente quando olhas para este País e dás conta que a vontade de muitos em denegrir e fazer esquecer a tua existência ruiu como um simples castelo de cartas.

És figura presente no lote final das 10 maiores personalidades portuguesas de sempre, com fortes hipóteses de vires a ser o eleito.

O Álvaro, talvez pela arreigada militância comunista que tão bem conheces, tenta afirmar-se num bom degrau do pódio, mas a insustentabilidade do seu percurso histórico não lhe permite aspirações a tanto: já pouco importam, hoje, as unhas aparadas na “António Maria Cardoso” ou a encenação da saída precária dos “aposentos” de Peniche.

Á beira de um ataque de nervos está o Mário: é capaz de ser injusto para o papa-léguas da aérea nacional… mas ninguém lhe passa Cavaco desde aquela “estória” com o Aníbal. Vão-lhe valendo as infusões de camomila da Maria de Jesus e os “salamaleques” que os “catarinitos” da actualidade lhe vão concedendo.

Quanto ao resto da “família” e porque a carta já vai longa, quero dizer-te que os “miúdos” estudam computadores (o Sócrates diz que é um emprego com saída) e as “miúdas” vão poder fazer “abortos” por medida. Modernices!!!

 

A Bem da Nação, os mais respeitosos cumprimentos.

publicado por A. Carvalho às 07:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007
O QUESITO

Com a vitória do SIM no Referendo sobre o Aborto e num País burocrático como é Portugal, desenganem-se aqueles que julgam que isto agora vai ser um mar de rosas!

Por certo, haverá necessidade de:

- Solicitar um parecer à parte interveniente na concepção, o homem, no sentido de auscultar a sua opinião;

- Juntar um formulário extenso onde a mulher explique o porquê da sua opção;

- Após estudo do mesmo por reputada Comissão de renome, terá a sua decisão de ser ratificada por reconhecida e idónea figura Provedora;

- Na posse de tal ratificação, caberá ao estabelecimento hospitalar verificar se efectivamente se está no prazo legal para a execução do acto;

- Se sim, executa-se o aborto. Se não, em caso de dúvida, o processo voltará à estaca zero para “junção” de novos elementos instrutórios.

Nota: em caso litigioso as partes imbuídas de má fé contra a prática do acto abortivo (face ao vazio do quesito colocado em referendo) poderão sempre alegar se para a contagem das dez semanas apenas são validados os dias úteis ou, caso contrário, o período efectivo temporal de setenta dias!

 (E entretanto, caso a mãe não tenha abortado clandestinamente, já o bebé é o orgulho da família ou "hóspede" forçado de um qualquer "Aboim Ascenção"!!)

publicado por A. Carvalho às 07:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007
O PASSEIO DOS TRISTES

A vontade de projectar Portugal enquanto nação moderna, desenvolvida e empenhada num processo constante e evolutivo é sempre bem vinda. As viagens de Cavaco Silva à Índia e agora de José Sócrates à China poderiam muito bem ser o exemplo de tal vontade… caso houvesse alguma “coisa” para “projectar”!

A imagem que estas “excursões” turísticas constituídas pelas mais diversas confrarias de interesses deixam por onde passam, faz lembrar o passeio anual de uma qualquer Junta de Freguesia onde a pretexto da cultural visita à Pegada do Cavalo de D. Fuas Roupinho (na Nazaré), se “botam abaixo” uns valentes “tintóis” acompanhados pela “entremeada na brasa”, a “patanisca de bacalhau”, mais os acordes do “Pito da Vizinha”!

A comitiva, apelidada aqui e ali de “pacóvia”, entre um arroto e uma ventosidade sonora expelida pelo ânus, lá vai fazendo orelhas moucas a uma Europa que em uníssono aponta Portugal como um exemplo a não seguir!

Até prova em contrário, o mal do qual Portugal padece é de origem mental (veja-se a recente desagregação psíquica de um tal Manuel Pinho), porque a ser de causas económicas há muito que a doença estava debelada e que se saiba, não está cientificamente provado que o "passeio dos tristes" contribua para erradicar tal “maleita”!

publicado por A. Carvalho às 07:29
link do post | comentar | favorito
.as minhas fotos