.posts recentes

. O “GLORIOSO” CENTENO

. A MÃO DE DEUS

. A “EPITETIZAÇÃO” DA COISA

. “O CANHÃO DE S.BENTO”

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

.arquivos

. Janeiro 2018

. Junho 2017

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006
OS NODDYS

De norte a sul do País alunos do básico e secundário saíram à rua para lutar contra as aulas de substituição, a falta da famigerada educação sexual, de condições materiais e humanas e contra a "arrogância e desprezo do Governo pelos alunos".

Numa ignorância confrangedora lá iam tentando responder às perguntas dos jornalistas, num português de arrepiar, pensando justificar o injustificável: “Epá, nós pracisamos de namorar”, “de ir pó café mandar umas abébias às gajas”. “Sainda ao menos tivesse-mos educação sexual… falar de quecas, pá, era baril”. “Agora um gajo tá li preso a jogar sodoku…”.

Este “pessoal” acaba por ter toda a razão do mundo: ao demonstrarem desta forma leviana, infantil e inqualificável os seus ideais, os meninos não tem nada que ser sujeitos pelo “sanguinário” Governo a esta autêntica “barbárie ditatorial” educativa.

Os seus cérebros, tão pequeninos, ainda em fase de formação, deviam era estar ocupados a visionar os episódios do “Noddy” ou a juntar umas letrinhas no livro da “Leopoldina e a Tartaruga Bebé”!

Enquanto Portugal tiver uns professores que não querem ensinar e uns alunos que não querem aprender, talvez se entenda o porquê de o desemprego estar a aumentar consideravelmente entre a maioria dos licenciados.

Depois são desprezados… tadinhos!
publicado por A. Carvalho às 07:23
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 20 de Novembro de 2006
O SENHOR VEIGA

Ao visionarem as imagens de um camião estacionado defronte de distinta vivenda em solarenga tarde outonal a ser recheado com os mais variados bens, os espectadores menos atentos da TVI pensaram tratar-se da gravação de um qualquer teledisco da Cantora Ágata. Alguns chegaram mesmo a trautear passagens do “podes ficar com o plasma, com os sofás, alcatifas, mas…”. Mas estavam enganados!

Tratava-se de um arresto de bens de um cidadão português que se veio a saber ser bom chefe de família (logo Benfiquista) e que via assim ser cumprida uma normalíssima decisão da Justiça Luxemburguesa.

Como o Senhor Veiga também está a contas com a Justiça Portuguesa por questões de índole fiscal, não tardará a que a TVI abra novo noticiário, em horário nobre e com idênticas imagens, deixando os seus espectadores a cantarolar, agora, que “Afinal Havia Outra”.

Notícias tão “normalíssimas” não fosse o facto do dito cujo, há muito a contas com o “sistema”, ter ganho “respeitabilidade” e “aceitação social” no impoluto (?) mundo dos futebóis.

Os Reis, que afinal é o que este e outros “fulanos” se julgam… andam nus!

Há coisas fantásticas não há?
publicado por A. Carvalho às 07:44
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006
A MÃO INVISÍVEL

Como alunos bem comportados continuamos a assistir, impávidos e serenos, a dissertações repetitivas, já cansativas, de teorias económicas que de uma forma ou de outra, quais “Mãos Invisíveis”, nos acabam sempre a mexer forte e feio na carteira.

Vem este intróito a propósito de um recente “Prós e Contras” sobre a situação financeira da Nação e posteriormente do debate (ou combate) do Orçamento de Estado. Como diz o ditado, “cada cabeça sua sentença” e o facto é que, daqueles “todos contra todos”, não saiu augúrio de que os sacrifícios com que o País está a arcar venham a dar resultados benéficos num qualquer futuro próximo.

São tantos Professores, “Karamba”, tantos Professores reconhecidos há muitos e muitos anos na área económica e mesmo assim não conseguem passar ao comum do cidadão se as actuais medidas restritivas, implementadas e a implementar, vão ou não valer a pena!!!

Bem podem comparar a desenvolvida mentalidade económica da Suécia ou da Finlândia com a económica mentalidade portuguesa!

Perante tão tristes e dispendiosos espectáculos a que diariamente se assiste, é caso para se duvidar se o verdadeiro problema de Portugal é de ordem económica ou de ordem… mental. 

(Quanto às teses, Adam Smith é capaz de ter uma certa razão na sua teoria económica da “Mão Invisível” (penso eu… não sei)!)
publicado por A. Carvalho às 07:34
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 6 de Novembro de 2006
“FILME DA TRETA”

“Não vamos aumentar os impostos.”

“Taxas Moderadoras para cirurgias e internamentos é uma medida anti-social”. Afirmaram estes “cromos” no tempo do “Menino Guerreiro”.

“A crise acabou… enquanto afirmação infantil de quem nada percebe de economia” (como parece ser o caso).

A Entidade Reguladora do Sector Energético anuncia aumentos de 17,5%. Apontam o dedo à populaça caloteira: “são eles que devem os milhões”.

 “Enfim, todos temos um mau dia, daí tão infelizes palavras”.

Eu morra ceguinho se algum dia criar portagens nas SCUTS!!!

Como ceguinhos andamos todos, e a morte é certinha como o destino, assim por assim… criem-se as portagens (terá dito o artista mor da companhia).

Com todo este “entendimento”, o Embaixador Português em Berna, numa acção de promoção dos Vinhos Portugueses e perante inúmeros empresários estrangeiros, serviu Moet & Chandon na recepção que teve lugar na sua residência oficial!!!

O António Feio e o José Pedro Gomes que me perdoem mas o “Filme da Treta”, ao lado dos constantes sketchs desta pandilha de “comediantes” políticos, não passa de um autêntico, verdadeiro e genuíno “velório”.
publicado por A. Carvalho às 07:40
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
.as minhas fotos