.posts recentes

. O “GLORIOSO” CENTENO

. A MÃO DE DEUS

. A “EPITETIZAÇÃO” DA COISA

. “O CANHÃO DE S.BENTO”

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

.arquivos

. Janeiro 2018

. Junho 2017

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Quinta-feira, 30 de Junho de 2005
EUREKA
Ainda não sei o que vou ser quando for grande.
Sei que gostava de aparecer na televisão, nos jornais e nas revistas. A minha presença deveria ser sempre notada onde quer que estivesse. Nada de responsabilidades nem investimentos significativos. Tomar decisões e influenciar decisões seria óptimo. Gerir dinheiro de terceiros, quotizações, subsídios e fundos europeus. Imagino-me a “comandar” grandes massas de população e a ser idolatrado por elas. Qualquer coisa que preencha o meu fascínio pela anarquia e que me permita ser sempre do contra, do quanto pior melhor. Que seja uma profissão com futuro…
Mas… o que é que poderá ser ?
Eureka ! Vou ser Delegado Sindical.
publicado por A. Carvalho às 09:38
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 29 de Junho de 2005
AS “COIMAS”
Com a obrigatoriedade do uso do colete reflector, entendeu-se, e muito bem, que o acto de mudar um pneu deveria ser dignificado, deveria ter a sua importância no panorama nacional.
O Colete deverá sempre fazer toillete com o resto da indumentária.
Não o exponha aos raios solares e evite as manchas de vinho de transpiração… e de batton.
O não cumprimento destas normas origina coimas de 120 a 600 euros.
Várias dúvidas no entanto têm surgido.
Será que os nossos camionistas, quando resolverem “mudar o óleo” junto daquelas senhoras de vistosas mini saias e generosos decotes que encontramos na berma de algumas estradas deste país, também estão obrigados ao uso do dito? E as senhoras?
Os nossos legisladores continuam a desconhecer a realidade nacional e depois surgem estes buracos… na lei.
publicado por A. Carvalho às 09:40
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Terça-feira, 28 de Junho de 2005
DICIONÁRIO PORTO EDITORA
O Primeiro-Ministro José Sócrates desencantou, a respeito do orçamento rectificativo para 2005, a teoria do EMBUSTE (s.m. mentira artificiosa; ardil; patranha; logro).
E tem razão, mas num contexto mais alargado! Ora vejamos.
O Orçamento Rectificativo para o corrente ano é um EMBUSTE, é uma mentira artificiosa.
Os Portugueses têm ARDIL. Sabem usar da manha, da astúcia, do estratagema para chularem terceiros.
Os políticos portugueses? São uma PATRANHA, isto é, são uma história mentirosa. São uns eternos adeptos da peta.
O Presidente da República? O Presidente da República é um LOGRO. Sabe lograr, gozar a posse deste país, aproveitar-se dele, fruir e gozar Portugal.

Em jeito de conclusão… Portugal já não existe!
publicado por A. Carvalho às 09:39
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Segunda-feira, 27 de Junho de 2005
A CLAUSTROFOBIA
Os nossos guardas prisionais ameaçam partir para uma greve! É verdade. A razão não deixa de ser curiosa. Sentem-se muito presos.
Os altos muros dos seus locais de trabalho, o barulho ensurdecedor do constante abrir e fechar de portas (muitas vezes sem óleo nas dobradiças), o mau hábito dos seus clientes de por tudo e por nada descarregarem a raiva batendo em pratos e copos de alumínio, o facto de, quem sabe, a exemplo de outros seus colegas de outros departamentos, não serem agraciados com senhas de gasolina, com whiskys de marca ou com materiais de construção, causa um estado de espírito que nada contribui para o bem estar da classe e que origina que todos eles se sintam claustrofóbicos.
Ainda há dias, na Cadeia de Coimbra, esta sensação foi tão grande que cinco deles, há hora de almoço, abandonaram o local de trabalho.
Espaços abertos e airosos com muito verde á mistura, um refeitório condigno, ginásios, enfim, uma espécie de Quinta do Lago, poderia fazer milagres para tirar estes homens e mulheres deste sofrimento.
Aqui deixo á consideração dos seus superiores.
publicado por A. Carvalho às 09:41
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 24 de Junho de 2005
LISTA DE ESPERA
A oposição critica o ministro da Saúde por este não se preocupar com o facto de existirem mais de 220 mil portugueses em lista de espera para cirurgias. Tenho de louvar aqui a visão do Ministro Correia de Campos.
Ó meus amigos… vocês não tem mais nada para criticar? Ou são ceguinhos? Estes portugueses estão em lista de espera porque querem. E deixem-me que vos diga, é uma decisão muito inteligente. Uns esperam pela instalação dos ares condicionados, outros pela construção de novos hospitais, alguns esperam que terminem os inquéritos instaurados por negligência, outros pelo entendimento entre a ordem dos médicos e a ordem dos farmacêuticos, que alguém conclua o porquê de um medicamento de marca oferecer relógios e máquinas fotográficas aos médicos e um genérico não, ou de um farmacêutico preferir vender a Norlevo que custa 19,90 € em vez de aconselhar a Levonelle, que só custa 9,93 €, (estas “pastilhas” permitem ás “piquenas” pensar durante 24 horas, sobre os prós e contras de uma cirurgia.), etc. etc.
Então, não concordam que é melhor esperar?
publicado por A. Carvalho às 09:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
.as minhas fotos