.posts recentes

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

. A Vida e as Opiniões dos ...

. Do Francês, “SURRÉALISME”

. DESEJO DE REQUINTE

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 23 de Maio de 2016
NASCIDOS PARA MANDAR

Os homens dividem-se, na vida prática, em três categorias – os que nasceram para mandar, os que nasceram para obedecer, e os que não nasceram nem para uma coisa nem para outra. Estes últimos julgam sempre que nasceram para mandar; julgam-no mesmo mais frequentemente que os que efectivamente nasceram para o mando.

O homem que não nasceu nem para mandar nem para obedecer sabe só mandar, mas como nem manda por índole nem por transmissão de obediência, só é obedecido por qualquer circunstância externa – o cargo que exerce, a posição social que ocupa, a fortuna que tem.”

Escrevia Fernando Pessoa por volta de 1926!

Hoje, como há noventa anos, parece que nada mudou… e a ter mudado, foi para pior! O apetite desmesurado pelo mando, depois de ter criado raízes, floresce a cada instante, indiferente a estações, climas e regiões! Seja em multas, coimas, contra-ordenações, apenas porque alguém acordou mal disposto… e lá sai um “ticketzinho” qualquer para lhes encher o ego! Para rir, se não fosse triste, a “estória” dos três montanhistas notificados para pagar 200 euros cada um por terem salvo outros tantos caminheiros perdidos no Gerês (beneficiando de um desconto de 25% a pronto pagamento)! São os excessos daqueles “mangas-de-alpaca” que vingam as suas frustrações e as suas infelicidades na satisfação e na felicidade do seu semelhante. E depois, e porque tudo daqui deriva, é frustrante que todos aqueles que deveriam reconhecer e tratar estes abcessos da democracia, também não tenham nascido nem para mandar nem para obedecer… Enfim:

- Seria higiénico, para aqueles que responsavelmente nasceram para obedecer, colocar algum travão a este doentio despotismo maquiavélico, que desacreditando instituições, desacredita uma sociedade e um País.

publicado por A. Carvalho às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos