.posts recentes

. A MÃO DE DEUS

. A “EPITETIZAÇÃO” DA COISA

. “O CANHÃO DE S.BENTO”

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

.arquivos

. Junho 2017

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Sexta-feira, 29 de Abril de 2016
ESTAMOS CONDENADOS

E, afinal, a montanha… pariu cento e vinte medidas! Mais uma vez, há boa maneira portuguesa, esquecemos o essencial e damos largas ao acessório, convencidos que é por aí que vamos onde quer que seja. Porquê cento e vinte medidas? Por ser a velocidade máxima a que se conduz numa auto-estrada, por exemplo? Por este ponto de vista poderiam ser 90… ou mesmo os 50 permitidos nas localidades! Este explanar de ideias gratuitas, avulsas e inconsequentes, com o único convencimento de que no meio de tantas uma ou outra há-de vingar, é próprio de todos aqueles que, no fundo, no fundo, não tem a mínima percepção do que é gerir um país e a vida do seu zé-povinho! Sim, porque a vida deles, essa, está sempre salvaguardada por uma mão cheia de euros vitalícia oriunda de qualquer rectângulozinho do gigantesco organograma do Estado (nunca é demais recordar, para aqueles que tem a memória curta, a elevação da “virgem” aos céus dos prazeres terrenos, que, com 42 anos de idade e dez anos de trabalho (?), viu o seu fim do mês ser-lhe abençoado com 7.500 euros de pensão vitalícia)! Enfim: fazendo minhas as palavras de Ayn Rand, filósofa e escritora russa… “Quando te deres conta de que para produzir necessitas obter a autorização de quem nada produz, quando te deres conta de que o dinheiro flúi para o bolso daqueles que traficam não com bens, mas com favores; Quando te deres conta de que muitos na tua sociedade enriquecem graças ao suborno e influências, e não ao seu trabalho, e que as leis do teu país não te protegem a ti, mas protegem-nos a eles contra ti; Quando enfim descubras ainda que a corrupção é recompensada e a honradez se converte num auto-sacrificio, poderás afirmar, taxativamente, sem temor a equivocar-te, que a tua sociedade está condenada.”

Efectivamente estamos condenados!

publicado por A. Carvalho às 09:31
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos