.posts recentes

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

. A Vida e as Opiniões dos ...

. Do Francês, “SURRÉALISME”

. DESEJO DE REQUINTE

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 8 de Julho de 2013
NUNCA VI COUVES VIRAREM ROSAS

Os Partidos chamados do arco da governação (e mesmo a própria Presidência da República) fazem lembrar aquelas empresas de família que com o passar das gerações foram perdendo motivação, influência, riqueza… e acumulando descrédito, vergonha, abandono!

A primeira geração, trabalhadora, honesta e credível, arregaçou mangas e deu o melhor de si para fazer vingar um sonho que há muito perseguia. E tornado esse sonho realidade, deixou para a segunda geração o seu exemplo de trabalho, honestidade e credibilidade... descurando esta, logo de início, o tão necessário trabalho! Mas pronto, mesmo assim, a terceira geração ainda veio a usufruir de uma ilusória consolidação da “coisa” e julgando que tudo continuaria a desenrolar-se por obra e graça de uma qualquer adoração umbilical, marimbou-se também para a imprescindível honestidade e credibilidade! A dita aguentou-se, por mais uns tempos, por “culpa” da “boa cepa” dada à terra pelos antepassados, mas a sombra da derrocada passou da ameaça à realidade e em pouco tempo tudo caiu como um castelo de cartas, nada deixando restar do sonho inicial.

Hoje, sem vislumbre de quaisquer Sebastiões na linha do horizonte, trabalhadores, honestos, credíveis e dedicados a uma causa que parece encontrar-se, ela também, em acelerado processo de extinção - a causa pública - resta a uns e a outros, alternadamente, irem hipotecando os ferrugentos portões da propriedade, os poucos granitos aparelhados das delimitações... e tudo o mais que renda uns “cobres” que mitiguem os vícios adquiridos à custa do trabalho dos seus antepassados!

Enfim: como diria um “abrupto” comentador da nossa praça, “nunca vi couves virarem rosas”... por muitas podas que lhe façam, muitos adubos que lhe deitem, ou outros tantos tratamentos que lhe façam (sic)!

publicado por A. Carvalho às 13:27
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos