.posts recentes

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

. A Vida e as Opiniões dos ...

. Do Francês, “SURRÉALISME”

. DESEJO DE REQUINTE

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 9 de Maio de 2011
A OESTE NADA DE NOVO

Quando se vive acima das possibilidades, como foi o caso de muitos milhares de portugueses, infelizmente, é natural que num momento de maior aperto, como o de hoje, o necessário ajustamento ao novo padrão de vida demore a interiorizar! Portanto, o que todas essas "almas" vão fazer durante mais uns tempos (tendo por base o marcador da verdadeira essência "tuga") é viver até à última com o mesmo padrão de vida que tinham anteriormente, nem que isso signifique torrar os míseros tostões dos mealheiro dos filhos ou o pé-de-meia dos pais... porque o que conta é dar a ideia à vizinhança de que apesar da crise eles são uns sobreviventes que continuam a "gastar à grande", quando na realidade já estão mortos e bem mortos, esperando apenas por um sítio para cair! Para os outros portugueses, aquela meia-dúzia que sempre conseguiu fazer vida com o “ordenado” que no final do mês lhe é colocado à disposição, que não se endividou acima das suas possibilidades e amortizou parte dos seus empréstimos quando os juros eram irrisórios (apesar das "tentações" propostas pelas entidades bancárias) e que nunca viveram para as aparências, viveram apenas e só para eles... relaxem! O que aí vem é perfeitamente normal (dentro da anormalidade em que sempre os fizeram viver) e portanto se estiver bom tempo vão poder continuar a ir à praia, ao centro comercial saborear um "perna de pau" e adormecer sem grandes fantasmas, pesadelos ou sobressaltos... porque estes portugueses, antes das velhas políticas, dos novos políticos e dos outros conservados em formol, continuam a viver, ou a sobreviver, sob o basilar principio de só gastarem o que há e quem só gasta o que há, por muito pouco que seja, quase sempre o gasta bem gasto! Portanto, e resumindo, a oeste nada de novo... tirando talvez (para os muitos) o aumento da taxa de ansiolíticos e anti-depressivos (sic)!

publicado por A. Carvalho às 18:10
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos