.posts recentes

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

. A Vida e as Opiniões dos ...

. Do Francês, “SURRÉALISME”

. DESEJO DE REQUINTE

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011
EFABULAÇÕES

“Eu acho que todos os que se empenham para que Portugal ultrapasse as suas dificuldades se deviam regozijar com os bons números da execução orçamental. Eu não percebo como é que alguém fica maldisposto quando os números são bons”, afirmou Sócrates! Ora bem, Senhor primeiro-ministro: V.Exª. consegue perceber porque é que o proprietário de uma ourivesaria não fica bem-disposto quando é assaltado por um fulano educado (empenhado em ultrapassar as suas dificuldades momentâneas) e que no final do "serviço" ainda lhe diz, em jeito de satisfação, que o valor apurado foi superior ao esperado? Os números da execução orçamental são bons porque a receita com os impostos subiu 15%... só que para os mais realistas (os que não se regozijam com tais indicadores), os impostos não podem andar a subir indefinidamente. Imagine o tal assaltante, educado, ter criado uma certa "empatia" com o assaltado e começar a fazer regra daquilo que deveria ser uma excepção! No breve termo daria para desenrascar, mas não teria qualquer viabilidade no médio ou no longo prazo... por falência do lojista e possível detenção do "visitante"! E é mais ou menos por causa de idêntico cenário, muito idêntico, mesmo, que cada vez mais portugueses não se regozijam com o empenhamento demonstrado no ultrapassar das dificuldades do País (que deveria ser acentuado, isso sim, na redução da despesa - que não foi além dos 2,6%) e se mostram cada vez mais maldispostos quando os números até parecem ser bons. É que o fisco, com os seus funcionários muito bem-educados, abocanha já 48% de toda a riqueza produzida o que, diga-se de passagem, afasta qualquer cidadão do legítimo sonho de um dia poder vir a ser... ourives (sic)! Apesar da semelhança com a realidade ser pura coincidência, o certo é que depois de tantos e bons números a credibilidade portuguesa nos mercados internacionais continua pelas ruas da amargura. Será que é pela verdade se continuar teimosamente a ocultar sob o manto da ficção?

publicado por A. Carvalho às 19:25
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos