.posts recentes

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

. A Vida e as Opiniões dos ...

. Do Francês, “SURRÉALISME”

. DESEJO DE REQUINTE

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 27 de Setembro de 2010
ECONOMIA PARALELA

Ao invés das dezenas de respeitáveis "comentadores" passarem tempos infinitos a mandarem inconsequentes "bitaites" para o ar sobre a origem da crise, a actualidade da crise e o futuro da crise e do "zé-povinho", por arrastamento, os digerir no remanso do lar e os dissecar até ao tutano ao longo de uma jornada laboral transformada em "forno crematório" de espaços temporais que deveriam ser de produtividade, melhor seria que "paineleiros" e cidadãos, numa atitude sublime de cidadania, optassem por “sensibilizar” aqueles que, por "esquecimento”, não cumprem as suas obrigações para com a "máquina" fiscal, sobrecarregando todos os outros com tamanha irresponsabilidade. Fosse assim e o famigerado deficit não causaria tanta vertigem nem a carga de "dízimos" atingiria os valores "pornográficos" que constantemente vai superando e que catapultam o País para os lugares cimeiros do pelotão contributivo europeu. Todos ficariam a ganhar... e com mais disponibilidade de tempo para outras "alicerçantes" discussões - o analfabetismo da educação, a injustiça da justiça ou a doença da saúde! Mas não! A economia-paralela está bem e recomenda-se e não se vislumbra nela e no monstruoso "chico-espertismo" que a sustenta o mais ténue sinal de crise que possa ser encarado como ameaça. Assim, e sem se atacar de raiz o principal problema de Portugal, que mais não é, afinal, que a consciência dos seus cidadãos, ou melhor, a não consciência de muitos dos seus cidadãos, tudo o que se faça mais não é que protelar para as calendas gregas uma solução que tire o país do marasmo asfixiante para onde toda a sociedade, quase sem excepção, a pouco e pouco o foram atirando. Enfim: enquanto o "desenrasca" for o pão-nosso de cada dia, cada vez mais perto estará o dia em que a nação ficará mesmo sem pão (em 2008 a economia não declarada ao fisco rondava os 22,8% do PIB - 30 mil milhões de euros)! É obra... quando a Direcção-geral dos Impostos é a sexta maior entidade empregadora do País com 11.153 funcionários!

publicado por A. Carvalho às 19:09
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos