.posts recentes

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

. A Vida e as Opiniões dos ...

. Do Francês, “SURRÉALISME”

. DESEJO DE REQUINTE

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 12 de Abril de 2010
ÁGUAS PASSADAS

"Os projectos (...) são da minha responsabilidade, foram elaborados a pedido de amigos e sem que eu tenha auferido qualquer tipo de remuneração (...) em conformidade, portanto, com as normas legais de exclusividade em vigor". Perante tanta clareza verbal, o que mais é necessário para se acabar com toda esta consumição em torno do individuo em causa? Será que não chegam os muitos "sapos" que o homem já engoliu (e tem de engolir) de cada vez que se lembra que saíram da sua "pena" as inenarráveis aberrações que estão à vista de todos? O depressivo ambiente suportado durante os anos em que, estoicamente, calcorreou os interiorizados vales da "alta, imensa e enigmática" Estrela (parafraseando Torga)... a ver pelo deficit de cultura e sensibilidade patente em todos aqueles que levaram por diante a construção das tais "coisas" (e que ele diz serem amigos)? Não chegará o acto inteligente (diga-se) de, por uma questão de afirmação pessoal e profissional, ter prescindido de toda e qualquer remuneração pelas primeiras "obras de arte" que timidamente ousou criar? Está bem que há uns tempos atrás também deveria ter assumido que, enquanto ligado ao Ambiente, deu umas "abébias" ao licenciamento de uma prestigiada obra em Alcochete, cedendo ao irrecusável apelo de uns familiares (de fino gosto) para "apressar" a burocracia da "coisa" (graciosamente, claro) e permitindo com essa sua "fraqueza" um superficial oscular de assuntos um tanto ou quanto externos na esfera da sua dedicação "sacerdotal" às causas únicas do bem comum... mas não o fez! E agora? Os portugueses, saturados já de todo este "circo", talvez agradecessem que ao invés de se continuar a falar ininterruptamente do passado cinzento do "Menino Zézito" de Vilar de Maçada, se discutisse o presente político (este sim por demais negro) do Primeiro-Ministro de Portugal, porque águas passadas... dificilmente voltarão a mover moinhos!

publicado por A. Carvalho às 18:54
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos