.posts recentes

. A MÃO DE DEUS

. A “EPITETIZAÇÃO” DA COISA

. “O CANHÃO DE S.BENTO”

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

.arquivos

. Junho 2017

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010
CALHANDRICES

Em tempos que já lá vão, o tempo perguntava ao tempo quanto tempo o tempo tem... e o tempo respondia ao tempo, é o tempo que o Mário Crespo tem! Agora parece que foi o Engenheiro que perguntou ao Director de Programas quanto tempo resta ao tempo que o tempo do Mário Crespo ainda tem (sic)! Na ausência de esclarecimentos fidedignos por parte do idóneo "chefe de Mesa" do restaurante Tivoli e por isso remetida a "populaça" para a essência das melhores conversas tidas pelas comadres ao soalheiro, alvitram uns que talvez o Director tenha respondido ao Engenheiro que o tempo do Crespo é o tempo que a paciência de V.Exª. já não tem... e outros que o Director, encrespado e a lançar fogo pelas ventas, ripostou ao Engenheiro "mas afinal quanto tempo tem o tempo que o seu Governo ainda julga que tem? No meio de toda esta "chacota" digna do mais superior riso zombeteiro e com a nossa desgraça social e económica a ocupar as primeiras páginas de toda a prestigiada imprensa mundial, facilmente se conclui que nada nem ninguém neste País aprendeu nada com o tanto tempo que o tempo de todos já teve e que a Nação continua a queimar o tempo que cada vez mais já não tem, tardando em chegar a um tempo que a faça concluir que tudo isto não anda nem desanda, não pela ausência de dois pares rodas (!), mas pela existência de uma sociedade conformada, acomodada e resignada que não se dá ao trabalho de gerar (ou ao menos tentar gerar) o que quer que seja que produza algo enriquecedor para a economia... e fundamentalmente para as mentalidades. Perante tantas atitudes intriguistas e boateiras em que a bisbilhotice, a coscuvilhice e a mexeriquice são sempre a regra e não a excepção, é pena que ninguém pergunte ao tempo quanto tempo tem o tempo que a infeliz geração vindoura ainda tem (sic)! Se calhar nenhum... tantas as “calhandrices” ininterruptas e eternas de instantes feitas "pão-nosso de cada dia".

publicado por A. Carvalho às 19:01
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos