.posts recentes

. PORTAS… COMUNICANTES

. OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

. NASCIDOS PARA MANDAR

. ANASTÁCIOS E BARATAS

. ELES VOAR, VOAM… MAS MUIT...

. VAMOS PÔ-LOS NO LUGAR

. ESTAMOS CONDENADOS

. A Vida e as Opiniões dos ...

. Do Francês, “SURRÉALISME”

. DESEJO DE REQUINTE

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Julho 2014

. Fevereiro 2014

. Julho 2013

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 13 de Junho de 2016
PORTAS… COMUNICANTES

Com uma infinidade de noticias sobre as transferências de jogadores de futebol do clube a) para o clube c) e vice-versa, o burburinho que foi a contratação de Paulo Portas pela “Mota-Engil” por certo que terá deixado os menos atentos a perguntar se este craque é médio, avançado ou guarda-redes e em que liga é que milita o contratante (quiçá intermediado por um Jorge Mendes ou outro que tal). Mas não! Apesar de jogar em todas as posições, sem excepção, Paulo Portas, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros e ex-vice-primeiro-ministro de Portugal, vai apoiar a Mota-Engil no desenvolvimento de novos mercados e oportunidades de negócio em vários países da América Latina (nunca é de mais lembrar que enquanto vice-primeiro-ministro do Governo de Pedro Passos Coelho, Paulo Portas efectuou duas visitas oficiais ao México, em 2013 e em 2014, nas quais foi dado um grande destaque aos projectos da Mota-Engil naquele país latino-americano). E sendo assim, quase que apetece, pela milésima vez em Portugal (e a propósito dos habituais bailados deste e de outros cisnes), voltar a lembrar o físico e matemático Simon Stevin e a sua célebre teoria dos vasos comunicantes (sic)! Enfim! É uma pena que Portas, que vai "ter um programa na televisão, dar aulas na universidade, promover exportações na Câmara de Comércio, ajudar à internacionalização da Mota-Engil, fazer consultoria estratégica no Golfo e na América Latina e participar, ainda, em conferências e em palestras várias", não tenha tido um certo reconhecimento para com o seu último patrão (o Estado) e colocasse tamanha inteligência, conhecimentos,  especialização, dedicação e prestígio ao serviço das muitas empresas públicas que, ao que parece, nunca passaram da cepa torta do prejuízo (Águas de Portugal, Estradas de Portugal, CP, Metro do Porto ou o Centro Hospitalar de Lisboa Norte)! Isso sim… seria de louvar. Irrevogavelmente!

publicado por A. Carvalho às 14:05
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Maio de 2016
OS SEGREDOS DA TIA CÁTIA

Depois de um animado jogo do gato e do rato, foi detido, em Itália, um dos quadros mais antigos do SIS, quando passava documentos secretos a um agente do SVR (ex-KGB). Apanhado em flagrante, com uma “pipa” de dinheiro vivo na algibeira, Frederico Carvalhão Gil, na companhia de um amigo russo de longa data (que também se dedicava á prática da “coisa”), gozava os rendimentos da venda dos seus segredos (?) saboreando, na altura, um doce “Maritozzo” e um curto e amargo “Correto”!

Que segredos seriam estes que o nosso espião vendia à Rússia ainda se está para saber, já que andava nisto à uns tempos sem que nada nem ninguém o tivesse incomodado, muito embora fosse do conhecimento do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) e Unidade Nacional de Contraterrorismo (UNCT) da Polícia Judiciária. Uma coisa é certa: sendo mais que pública a inexistência de qualquer poderio atómico localizado em zonas tão geoestratégicas como a Cova da Moura (Lisboa), Quinta do Mocho (Loures) ou um qualquer centro de inteligência e investigação internacional, com projecção militar, no Bairro do Aleixo (Porto), alguma coisa o nosso Gil vendia aos fulanos da Federação Russa!

Se entrarmos nos tais assuntos relacionados com a NATO e que habitualmente envolvem informação sobre os sistemas de defesa dos países da Aliança, Vladimir Putin teria que subir a parada para valores bem mais altos, porque ninguém vende segredos de Estado ou de Estados ao preço da uva mijona (sic)! Enfim:

- Por dez mil euros, quando muito, o intermediário russo levava para o Kremlin de Moscovo “Os Segredos da Tia Cátia”… porque para outros segredos, tipo Pasteis de Belém (receita com mais de 180 anos e melhor guardada que alguns” top secrets” do Forte da Ameixoeira), o valor nunca poderia rondar essa pelintrice! Nem de perto nem de longe!

publicado por A. Carvalho às 11:55
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Maio de 2016
NASCIDOS PARA MANDAR

Os homens dividem-se, na vida prática, em três categorias – os que nasceram para mandar, os que nasceram para obedecer, e os que não nasceram nem para uma coisa nem para outra. Estes últimos julgam sempre que nasceram para mandar; julgam-no mesmo mais frequentemente que os que efectivamente nasceram para o mando.

O homem que não nasceu nem para mandar nem para obedecer sabe só mandar, mas como nem manda por índole nem por transmissão de obediência, só é obedecido por qualquer circunstância externa – o cargo que exerce, a posição social que ocupa, a fortuna que tem.”

Escrevia Fernando Pessoa por volta de 1926!

Hoje, como há noventa anos, parece que nada mudou… e a ter mudado, foi para pior! O apetite desmesurado pelo mando, depois de ter criado raízes, floresce a cada instante, indiferente a estações, climas e regiões! Seja em multas, coimas, contra-ordenações, apenas porque alguém acordou mal disposto… e lá sai um “ticketzinho” qualquer para lhes encher o ego! Para rir, se não fosse triste, a “estória” dos três montanhistas notificados para pagar 200 euros cada um por terem salvo outros tantos caminheiros perdidos no Gerês (beneficiando de um desconto de 25% a pronto pagamento)! São os excessos daqueles “mangas-de-alpaca” que vingam as suas frustrações e as suas infelicidades na satisfação e na felicidade do seu semelhante. E depois, e porque tudo daqui deriva, é frustrante que todos aqueles que deveriam reconhecer e tratar estes abcessos da democracia, também não tenham nascido nem para mandar nem para obedecer… Enfim:

- Seria higiénico, para aqueles que responsavelmente nasceram para obedecer, colocar algum travão a este doentio despotismo maquiavélico, que desacreditando instituições, desacredita uma sociedade e um País.

publicado por A. Carvalho às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Maio de 2016
ANASTÁCIOS E BARATAS

A partir do ano lectivo 2016/2017, o Ministério da Educação deixa de financiar novas turmas em colégios privados em zonas onde há escola pública. A tutela vai aplicar também a regra da limitação geográfica que obriga os alunos do básico e secundário a matricularem-se nas escolas da sua freguesia. A isto chama-se boa gestão dos dinheiros públicos face a interesses de privados… em gerirem-se com dinheiros públicos (sic)!

Se houver resposta no ensino público, não se entende todo este aguerrido “blá-blá” anedótico mais próprio de um Anastácio e de um Barata em jogo de futebol entre o Porto e o Sporting (sic)! Isto para desanuviar um pouco face à carga emocional que se está a colocar na “coisa”… a ver pela rapidez com que foram escritas as 50 mil cartas transportadas em 50 carrinhos de mão, pelas homílias morais e interesseiras da Igreja Católica, a grande beneficiária no momento (e a maior prejudicada no futuro) e pelo lugar no púlpito que Passos Coelho conseguiu com tudo isto, ele que tão apagadinho andava em matéria de ideias, de ditos e de mexericos, de imagem e de tempo de antena. E por fim, certinho como o destino, aparece sempre um Mário Nogueira a despertar ódios, paixões, ferros e bandarilhas… e desta vez a lembrar que nunca se esqueceu de pagar a segurança social (como se um funcionário público se esquece-se de pagar a segurança social)!

Caso todas estas alminhas tivessem uma pontinha de razão, deveriam, ao mesmo tempo que defendem os interesses deles, defender também que o Estado viesse compensar todos aqueles (pais e alunos) que nas suas áreas de residência se viram privados dos tais colégios (mas que os pagaram com impostos) não lhes restando outra alternativa senão o público. Enfim:

- Valha-nos a tão profícua discussão nacional sobre os dependuros da Carolina Patrocínio… mais o desaforo do “feijão-verde” de Cascais em ousar contra a “socialite” Bárbara Norton de Matos (sic)!

publicado por A. Carvalho às 14:14
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Maio de 2016
ELES VOAR, VOAM… MAS MUITO BAIXINHO

"As coisas estão terríveis aqui em Portugal, mas não tão terríveis como estavam há um par de anos. E a mesma coisa pode ser dita em relação à economia europeia como um todo", disse recentemente Paul Krugman, prémio Nobel da Economia em 2008. Uma análise cuidada, profunda e racional que só poderia vir de tão ilustre sumidade mundial… porque isto, vindo de um “pé-rapado”, daria qualquer coisa como “se o burro do meu vizinho não morresse, ainda hoje era vivo”! E depois, nem de propósito, no mesmo dia, aparece o Professor Marcelo a afirmar que “não se pode “passar o dia-a-dia a comparar números e a fazer avaliações e previsões”, recordando que ao longo deste mês haverá uma “série de juízos, nomeadamente da Comissão Europeia, em relação a Portugal”. E diz mais: “Vamos esperar por isso (pelos juízos), não vamos fazer o desporto, que é o desporto nacional que depois de em cada esquina ter havido um constitucionalista, agora em cada esquina há um constitucionalista/ economista”! Sim, é o mesmo Professor que todos os domingos nos brindava com o seu desporto favorito sobre os mais dispares temas da actualidade, fosse a baixa graduação dos vinhos de Porches, o número ideal de varetas de um guarda-chuva ou o efeito térmico da frigideira sob a barriga do sapo cururu (sic)!

Valha-nos Mota Soares e a sua coerência política-desportiva: depois de fazer parte de uma equipa que em uníssono sempre defendeu e praticou o aumento de impostos, como mezinha para todas as maleitas, apareceu agora a exigir à “geringonça” que os baixe (ISP) “porque está a haver um enorme custo para a economia e para as famílias”! Enfim:

Se perguntar-mos a todas estas almas, sem excepção, se o elefante voa, a resposta só poderá ser uma:

- Ele voar voa… mas muito, muito baixinho (sic)!

publicado por A. Carvalho às 13:55
link do post | comentar | favorito
|
.as minhas fotos